quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

HC vai estudar TOC hereditário em crianças

Triagem para pesquisa no Instituto de Psiquiatria já está aberta e pode ser feita por telefone ou email

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, unidade da rede pública estadual, inicia estudo inédito para a prevenção do TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) em crianças e adolescentes. A triagem para a pesquisa, que tem como objetivo prevenir ou retardar o desenvolvimento do transtorno obsessivo-compulsivo, já está aberta.

O estudo busca identificar relações entre o fato de os pais terem TOC e outros transtornos de ansiedade e a chance de que seus filhos também desenvolvam o problema. Desta forma, será possível traçar estratégias de prevenção contra o desenvolvimento da patologia.

Podem participar da seleção pais com transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), pânico, transtorno de ansiedade generalizada (TAG) e fobia social com diagnóstico estabelecido por médico psiquiatra, e que tenham filhos com idade entre 3 a 17 anos.

Também serão aceitos casos de crianças com idade entre 3 a 17 anos que tenham irmãos com um dos diagnósticos acima citados (TOC, pânico, TAG e fobia social). Este projeto conta com uma intervenção semanal breve, com duração total de seis encontros, focada na orientação de pais.

“A pesquisa poderá significar um avanço importante no diagnóstico e no tratamento precoce das crianças e adolescentes, com impacto direto da diminuição do sofrimento e melhora da qualidade de vida das crianças e suas famílias”, afirma a psicóloga Priscila Chacon, responsável pela pesquisa.

Os participantes terão a oportunidade de serem avaliados gratuitamente pelos profissionais do Instituto de Psiquiatria envolvidos na pesquisa.

Os interessados devem ligar para (11) 2661-7594, deixar recado com nome, telefone e melhor horário para contato ou enviar email para priscilachacon@usp.br. A inscrição só poderá ser feita pelo telefone ou pelo email.

Nenhum comentário: