segunda-feira, 15 de março de 2010

Com recorde histórico de doação de órgãos, SP premia melhores de 2009

Para celebrar o recorde histórico de doações de órgãos registradas no Estado de São Paulo em 2009, a Secretaria de Estado da Saúde realiza nesta segunda-feira, 15 de março, o Prêmio Destaque em Transplantes. O objetivo é homenagear os hospitais que tiveram os melhores desempenhos na área.
O Hospital das Clínicas de São Paulo, ligado à Faculdade de Medicina da USP e à Secretaria, foi o que mais notificou potencias doadores: 91, enquanto o Conjunto Hospitalar do Mandaqui liderou a captação de córneas, com 502 notificações de doadores do tecido.
Já entre as Organizações de Procura de Órgãos da capital, a Santa Casa de Misericórdia teve o melhor desempenho, sendo responsável por 154 doadores viáveis, seguida pelo Hospital das Clínicas da FMUSP, com 143. As OPOs são equipes responsáveis pela busca, captação, notificação e viabilização de doadores em um grupo de hospitais localizados em determinada região.
O Instituto do Coração (Incor) do HC foi o que mais realizou transplantes de coração (34) e de pulmão (15). O segundo colocado entre os transplantadores de coração foi o Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, com 23 cirurgias realizadas no ano passado.
Entre os transplantadores de fígado o destaque na capital foi o HC, com 155 cirurgias e, no interior, o HC da Unicamp, com 48. Mais uma vez o Hospital do Rim e Hipertensão foi o que mais realizou transplantes de rim na capital, com 486 cirurgias. No interior o HC da Unicamp se destacou novamente, com 85 transplantes de rim.
A Beneficência Portuguesa da capital foi campeã de transplantes de pâncreas, com 67 cirurgias. Já o Hospital Oftalmológico de Sorocaba foi o grande destaque tanto entre as Organizações de Procura de Córneas, com 6,6 mil tecidos captados pelo Estado, como em realização de transplantes de córnea, com 2.468 cirurgias realizadas em 2009.
No ano passado o Estado de São Paulo conseguiu viabilizar 705 doadores de órgãos, 45% a mais do que os 486 registrados em 2008.

Confira algumas fotos da premiação:

Crédito fotos: Paulo Alexandrowitsch

Um comentário:

Ministério da saúde disse...

Olá Blogueiro,

O Brasil tem conseguido aumentar o número de doadores de órgãos. Em 2009 o país teve recorde de 26%, porém ainda é preciso melhorar.
Para ser um doador basta deixar claro para a família o seu desejo de salvar vidas. Divulgue a ideia.
Veja no link mais informações e dúvidas sobre o tema: http://bit.ly/cHLx34

Para mais informações: fernanda.scavacini@saude.gov.br

Ministério da Saúde